2.2.06

[Tu tá ficando velho heim!] 04 -Quem tu é? Ou era?

Nos desenhos, nos seriados, nas novelas, no esporte, na música, quando criança sempre tinha alguém que era como a gente, ou alguem que na verdade a gente era.
.
Recordo que em alguns casos existiam personagens que eramdisputados por muitos, como o exemplo do Lion, dos Thundercats, eu pra não brigar, era o Pantro.
Dos heróis, meu vizinho Luciano, era o Giraia, o Jáspion, e o vermelho dos Changemans, eu era o Spectroman, o Tiago era o Rambo, O Fabrício o Magaiver. A Vívian e a Nanda eram as gurias dos Changemans, não recordo os nomes.
.
No futebol, o Tiago era o Renato Gaúcho ou seria outro com a camida 7, poderia ser o Berckamp, acho que também era. Bom, eu era o Paulo Egídio, camisa 11 do Grêmio, o Nino era o Tony Meola, goleiro dos EUA, em uma de suas fases como goleiro. O Fabrício era qualquer juíz ladrão que tisse no momento, ele roubava muito no futebol de botão, só as regra dele valiam.
.
Na época em que se passava anovela Vampy, todos fomos vampiros, alguns custaram a chegar a essa condição. Entrávamos no clima da novela. Tinha um amigo nossoque afirmava ser vampiro de verdade, convenseu alguns de nós disso, o Émerson jurava que que o cara era vampiro de verdade. Nesse clima de ingenuidade e fantasia fomos nos tornando vampiros um a um. Lembro que o Tiago, o Luciano e eu fomos uns dos últimos a se tornar vampiros, quando nos tornamos, todos já eram, daí perdeu a graça.
No Carrossel o Émerson era o Cirilo, o Tiago era o menoszinho de todos, naõ me lembro o nome dele e engana-se quem pensa que eu era o Jaime Palilo, por ser gordo, eu era o Daniel, por ter o mesmo nome. As gurias eu não me lembro que eram, estavam sempre querendo de ser todas.
.
Na música, eu e o Tiago éramos alguém do mundo do Rock. O Luciano, foi o Sunda e depois virou uma espécie de cover do Latino, o Ladino! Claro que ele odiava! Eu cantava músicas do Polegar pras gurias e em parceria com o Tuca e o Tiago, fazia apresentações na escola com a sátira de uma música do Dominó (Ela não gosta de mim, no caso era Ela não gosta de Aipim), guitarras de plástico e um vísual psicodélico pra época animavam as apresentações do trio Tonoco, Tinoco e Taloco. Ah! O Nino era o Rick Martin, mas eu gostava de chamar ele de Maria Paula!
.
Fomos tantos personagens que perdi a conta, a medida em que escrevo vou recordando de mais alguns. Éramos Donatelo (eu), Leonardo (Luciano), Michelangelo (Tiago) e Rafael (Eduardo), as Tartarugas Ninjas, o mestre delas, aquele rato era o nosso grande amigo Tuca.
Bah! Isso é muito massa! Essas recordações da época de criança, relendo o texto para editá-lo, aparecem mais e mais personagens, como: quem era quem nos Barrados no Baile? E no Esquadrão Classe A?
.
É melhor eu deixar o texto assim, desculpe se este texto tiver mais erros de português do que o comum é que quando releio eu me empolgo, são tantas lembranças que isso não é nada! Estas são apenas as recordações de um cara numa quinta feira nostálgica, se tivesse mais um ou dois, essa história não teria fim.
.
Falo isso com lágrimas no rosto, passa um filme na minha cabeça. Mesmo que esse roteiro não seja claro pra vocês, creio que tem um filme passando na cabeça de vocês também, não importa onde e quando foram crianças, todos passmos por momentos como esses, creio eu.
.
E quem tu era, ou é?

6 comentários:

Tiago disse...

Tinha uma época que eu era o Angus Young(guitarrsita do AC/DC),ficava viajando ao ver suas performances e a forma energética de tocar ,com simplicidade e feeling...ele fazia umas coisas "toscas" que geralmente se faz apenas num quarto,acho que por isso eu gostava,esse pensamento juvenil,de não ter medo de errarou de ser,sem pretensão e ao mesmo tempo pretencioso demais(por ser autêntico)...
Mas voltando ao tópico,o nino tinha várias facetas,ora era a "Maria Paula" e outras "o cachorro do filme história sem fim...estes ele odiava...o ladino e o cirílo foram muito bons...na verdade sempre fomos os anti-heróis se comparados a outros,raramente éramos os principais personagens,meu auge foi ser o Rambo,que logo me caiu a ficha que não era um personagem com o meu perfil...
Uma época eu queria ser meu pai,lembro que o Daniel queria ser a irmã dele,mas acho que ele percebeu que não tinha como se-la he he eh eh ehhe

Brincadeiras à parte!Belas recordações...

danidias disse...

O Tiago sempre quiz ser eu.
Não sei pq, agora descobri, acho que pq eu queria ser minha irmã. Na verdade ele também, queria ser a mana.
Ah! O Tiago era aminha irmã e não eu, que bom!

Idéias da Ká disse...

Oi Daniel, bah, adorei este teu texto de memórias... bah, eu na verdade me convenci que era a She-ra, acho que essa é a maior frustação da minha vida, no momento da minha vida que coloquei minha espadinha de madeira pra cima e grtei pelos poderes de "Greiskon" (sei lá se é assim que se escreve)e é claro que nada aconteceu fiquei decepcionada demais, meu sonho era ser ela, ter poderes que nem ela, meu irmão era o He-mam, claro, meu pai tme um galpão de madeira nos fundos de casa e lá sempre foi e sempre será nosso castelo... era bom demais, lembro-me que eu e meu irmão passavamos horas, dias, perediamos a noção do tempo só brincando e imaginando nossos poderes...
E em matéria de música, na verdade era apaixonada pelos Menudos ( "sobe em minha moto" ) eu e minha vizinha cantavamos e imitávamos a coreografia. Era bom demais, o que me deixa triste hoje é de ver que as crianças estão crescendo rápido demais, passando por essa fase rtão maravilhosa despercebidos, querendo namorar muito cedo, (eles que não sabem como é complicado a vida a dois) assumindo compromissos que quanto mais tarde tomarmos conhecimento melhor... eu com 12 anos ainda brincava de boneca Barbie, eu e minha vixzinha fazíamos casinhas enormes da Barbie na calçada em frente a casa, hoje as meninas com 12 anos já querem beijar na boca e fazer nene...
Ai ai... doces tempos que não voltam mais....

abraços
ka

danidias disse...

Pois é Ká!
Parece que isso foi um fenômeno da nossa geração (bah, nossa geração, estamos ficando velhos!), eu pergunto pras minha afiliadas: Quem tu é? Elas respondem o seu próprio nome, perguntava pro filho de um amigo: que jogador tu é? Ele me dizia: eu sou o Eduardo. Bah eduardo ele era e é, pô eu esra o Paulo Egídio ou o Mazaropi, Hoje sou o Rivarola!

Bom, obrigado pela participação, é muito bom saber que a nostalgia do blog não é só minha, é de todos da "nossa geração".

aline disse...

Eu era a Xuxa, minha irmã a Angélica. Também fomos vampiras, eu era a Natasha loira. rs

Eu fui tamta gente que nem sei.

Oda phodão c/ ph mesmo! disse...

" será q nimguem aqui tem personalidade, eu sempre fui eu mesmo.Tirando as vezes q eu era o KEN do street fighter mas isso naum conta né?